quinta-feira, 25 de maio de 2017

UFPR, a universidade mais antiga do país, lança nota oficial pedindo a renúncia de Temer!

A Reitoria da Universidade Federal do Paraná (UFPR), a mais antiga do país, atenta ao seu papel de produzir saberes, formar gerações e intervir criticamente na sociedade que a mantém, vem publicamente, em vista dos eventos políticos e institucionais que acometem o Brasil, conclamar para a defesa de valores verdadeiramente republicanos e democráticos que devem orientar a condução de nosso país.
1) Num regime democrático e republicano, qualquer cidadão ou cidadã deve se submeter e usufruir dos mesmos direitos e garantias que qualquer outro(a), inclusive o direito à presunção de inocência e ao devido processo legal, sendo inadmissível que alguém, independentemente de sua posição econômica ou de poder, tenha tratamento privilegiado;
2) Num regime democrático e republicano, os agentes públicos – com mandato, no exercício da jurisdição ou no funcionalismo em geral – têm o dever de zelar pelas instituições e pelas regras que as presidem, sob pena de terem esgarçada sua legitimidade, com efeitos institucionais deletérios para o país;
3) Num regime democrático e republicano, os nossos dirigentes devem agir com ética cidadã, moralidade e com respeito às regras jurídicas de modo exemplar, ao mesmo tempo em que, quando violarem o Direito, devem ser investigados, processados e, sendo o caso, punidos como qualquer cidadão comum, sem quaisquer benefícios e privilégios.
4) Num regime democrático e republicano, devem ser ativas e efetivas as condições para que sejam afastados do poder os agentes políticos que violarem o Direito ou perderem as condições morais de conduzir o governo;
5) Num regime democrático e republicano, o maior valor político (inclusive previsto na Constituição Brasileira) é o de que o poder emana do povo e deve ser exercido em seu nome, sendo certo que se afastar dessa premissa torna o país menos democrático;
6) Num regime democrático e republicano, corruptores e corruptos, sejam agentes públicos ou empresários, grandes ou pequenos, situacionistas ou oposicionistas, devem ser submetidos aos mesmos rigores da lei, sem diferenciações casuístas;
7) Num regime democrático e republicano deve existir imprensa igualmente democrática e republicana, que aja com lisura e ciosa de sua função pública, sendo condenável o seu comprometimento com interesses estritamente econômicos ou de poder;
8) Num regime democrático e republicano, é fundamental ser zeloso com o patrimônio dos direitos historicamente conquistados e acumulados, sendo por isso recomendável, da parte de qualquer agente político, não pautar sua redução ou revogação, ou qualquer outra reforma institucional estruturante, em momentos de grave crise de credibilidade daqueles que seriam justamente os encarregados de votar ou sancionar a alteração desses direitos ou instituições;
9) Num regime democrático e republicano, a educação pública superior deve ser considerada prioridade absoluta da nação, parte de seu projeto fundamental, meio privilegiado do desenvolvimento e do crescimento civilizacional e jamais ser rebaixada a mera “despesa”, cortando-se o seu financiamento ao ponto dramático de ameaçar de paralisação do funcionamento de atividades universitárias, comprometendo com isso as condições de produção da ciência e da tecnologia nacional e a formação das gerações futuras.Veja nota na integra!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

TEMER ATACA OS TRÊS PILARES DA SOBERANIA NACIONAL!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Não ao fechamento do cruzamento da Avenida Rio de Janeiro!

 Foi realizada reunião com moradores dos Jardins Panorama e Independência de Sarandi sobre as ameaças da Viapar de fechar as rotatórias da Av. Rio de Janeiro . Estiveram presentes a Associação de moradores, prefeito, vice-prefeito, Padre Joao Caruana, secretário de urbanismo e chefe de gabinete e João Francisco do Conselho Tutelar. Foi informado que há promessas de não fechamento da avenida, mas que é preciso ficarmos alertas. A luta continua! 





Assim caminha a Humanidade entre Tramps, Temers e Putins! O capitalismo e sua face real!

A barbárie ele caminha lado a lado com este sistema, vemos em escala minuscula os acontecimentos destruidores e devastadores acontecendo em nosso pais, a começar por Rio de Janeiro, Rio grande do sul e agora Espirito Santo, é hora de acordamos deste sono profundo que se chama capitalismo! 


Em clima de tensão e crise internacional e com a posse de Donald Trump,  a Rússia liberar imagem de seu novo míssil balístico termonuclear intercontinental.
O míssil RS-28 Sarmat – mais conhecido como o míssil nuclear Satan 2 – De acordo com uma publicação de um site russo, esse míssil tem uma carga útil capaz de destruir uma área “do tamanho do Texas”, ou seja, uma área aproximada dos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
A nova arma pode atingir 40 megatons, sendo cerca de 2.000 vezes mais poderosa do que as bombas lançadas em Hiroshima e Nagasaki em 1945.
O ex-secretário e assistente do Tesouro de Políticas Econômicas dos EUA, Dr. Paul Craig Roberts, chamou as bombas atômicas de Hiroshima e Nagazaki de “estalinhos” em comparação com os mísseis  termonucleares russos: “Um modelo SS-18 dessa bomba apagaria três quartos de todo o estado de Nova York e seis Satans faria toda a Costa Leste dos EUA desaparecer”.

   Fontes Gismodo R7 IG.com

Fim da lava jato? Moro mano? A globo fazendo seu papel?

Lava jato não tem mais função depois do golpe e pode ameaçar protegidos "ungidos" Temer/Aécio e seus aliados dão golpe em sima de golpe contra nós trabalhadores!


quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Desemprego fica em 12% no 4º trimestre de 2016 e atinge 12,3 milhões

Os podres poderes de nosso pais vão levar a classe trabalhadora a barbárie, #Fora Temer, #Nenhum direito a menos, #Novas Eleições Diretas Já!  

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), apresentados no final de janeiro, a economia brasileira voltou a fechar um grande número de postos de trabalho com carteira assinada em 2016, ano ainda marcado pela forte recessão no país. No ano passado, as demissões superaram as contratações em 1,32 milhão de vagas formais. Até outubro 2016, foram eliminados mais de 751 mil postos de trabalho com carteira assinada, segundo os dados do Ministério do Trabalho. 
E a tendencia é este percentual de desemprego aumentar significativamente, jogando milhões de famílias no caos, a merce da violência e caos da miséria!   
Foto rede Amazônia.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

O caos continua na saúde de Sarandi/Pr!



A árdua espera por um Clínico Geral em Sarandi-PR

Mês de janeiro foi árduo para a maioria dos moradores que precisam de um Clínico Geral em Sarandi-PR, falta profissionais em vários Postos de Saúde de Sarandi, a amarga espera de contratação de médicos. Portanto a maioria dos moradores continuam sem consultas e esperando por Clínicos. Os profissionais que se tem são poucos e não conseguem atender a demanda da população.

Governo Temer bate recorde: Brasil tem 11,8 milhões de desempregados.


GOLPE 4,3 MILHÕES FICAM MAIS POBRES E RICOS MAIS RICOS!!

Contra o fechamento do cruzamento da Avenida Rio de Janeiro com a Colombo (BR 376) A VIAPAR e o Governo do Estado querem fechar nosso cruzamento não aceitamos

Contra o fechamento do cruzamento da Avenida Rio de Janeiro com a Colombo (BR 376) A VIAPAR e o Governo do Estado querem fechar nosso cruzamento não aceitamos, reunião nesta sexta feira 03/02/2017 as 19;30 no salão da paroquia Santa Terezinha do Menino Jesus de frente a praça do Jardim Panorama!
Estarão presentes Associações de Moradores, Comunidade, o prefeito, foram convidados os vereadores. sua presença e muito importante! AMJPI






Professores e funcionários em luta!

Maringá contra a Resolução 113, que retira os direitos de hora atividade e proíbe o trabalhador de cuidar da saúde. Venham se juntar a nós enfrente ao Núcleo de Educação de Maringá precisamos de vocês na luta!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Gestão De Paula gastou R$ 89,5 mil com revista de prestação de contas



Prefeitura de Sarandi, sob a gestão do ex-prefeito Carlos De Paula, gastou R$ 89,5 mil com a revista de prestação de contas lançada ao fim do ano passado. Foram impressos 30.000 exemplares ao custo unitário de R$ 2,98.
A revista foi distribuída gratuitamente no início de dezembro. Impressa sem informações básicas de expediente, a publicação teve erros (leia mais). Com exclusividade, o SarandiPR.com teve acesso ao custo do material.
Segundo informações da agência Única Propaganda repassadas à Controladoria Geral do Município de Sarandi, o material foi rodado na Gráfica Regente, de Maringá. A agência foi responsável pela criação, texto, layout e arte final da revista.
Cada um dos 30.000 exemplares custou R$ 2,98, totalizando R$ 89.576,00 o valor das revistas. No entanto, o custo pode ser maior, visto que não está incluído gastos com distribuição.
A revista trata das gestão “2010-2016” de De Paula, e se refere aos dois últimos anos do primeiro mandato, quando o ex-prefeito assumiu, após o afastamento de Milton Martini, e dos quatro anos do segundo mandato.

A justiça de Temer! Prefeito acusado de abusar de meninas de 9 anos é solto!

           Ex-prefeito acusado de pedofilia tem pena extinta após indulto de Michel Temer

Um lugar onde meninas de 9 a 15 anos sofrem abusos sexuais por parte de um grupo de pedófilos que seria liderado por um prefeito.
“Eu tinha 9 anos. E a minha mãe cozinhava no barco. Eu ficava lá brincando, enquanto minha mãe estava trabalhando. Ele me estuprou dentro do barco mesmo, entendeu. Eu fiquei muito apavorada, com vergonha, nunca consegui colocar isso para fora. Hoje em dia, ele quer a minha filha”, conta uma vítima.
Adail Pinheiro (PRP) ex-prefeito do município de Coari (AM) recebeu do presidente golpista Michel Temer o “perdão presidencial” – definido em decreto do ano de 2016 assinado pelo próprio presidente. O ex-prefeito Adail Pinheiro, acusado de chefiar uma quadrilha que explorava crianças e adolescentes de 9 a 15 anos, teve sua pena de 11 anos referentes ao crime de exploração de menores de idade extinta.
A decisão de extinção da pena foi tomada pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) que a partir do parecer favorável do Ministério Público estadual concluiu que o ex-prefeito Adail Pinheiro se enquadrava nos quesitos do perdão presidencial. Mas o único verdadeiro critério que importou para Temer conceder este perdão foi o ex prefeito pertencer à casta política, e não ser parte dos milhares de negros e pobres encarcerados nas penitenciárias, a maioria presos sem julgamento.
O mesmo ex-prefeito já tem um histórico: havia sido preso por suspeita de desviar R$ 40 milhões dos cofres públicos (na Operação Vox da Polícia Federal). E agora, recebendo o perdão de Michel Temer após ser condenado por pedofilia, confirma que no país, a justiça só dura contra os pobres e negros. Desta forma, o golpista Michel Temer mostra como ele trata a sua classe política apadrinhada, da mesma forma como tratou seus ex ministros.

Neste momento professores ocuparam secretaria de educação.

Cerca de 200 professores ocuparam na manhã desta quinta (26) a Secretaria de Estado da Educação (SEED), no bairro Água Verde, em Curitiba, em protesto contra o governador Beto Richa (PSDB).

A ocupação ocorre menos de 24 horas depois de a superintendente da pasta Fabiana Campos pedir demissão por não concordar com as maldades, massacres e desmontes de Beto Richa contra a educação do Paraná.
O grupo de profissionais participava de debate sobre a resolução de distribuição de aulas.
Os professores protestam contra os pontos que prejudicam os trabalhadores como a redução da hora-atividade e a punição a professores que ficaram doentes no ano passado.
A APP-Sindicato reivindica que o governo tucano retome o diálogo e retire as medidas da resolução, consideradas como maldade por parte do executivo.
Caso prevaleça a intransigência, o magistério paranaense entrará em greve no próximo dia 15 de fevereiro e, consequentemente, suspendendo o início do ano letivo de 2017 por tempo indeterminado.
Entre outro e novembro do ano passado, cerca de 800 escolas da rede pública foram ocupadas pelos estudantes. Eles eram contrários à reforma do ensino médio — a MP 746.fonte esmaelmorais

DEVIDO O ATAQUE DO GOVERNO RICHA O ANO LETIVO DE 2017 PODE NÃO SE INICIAR!

Alunos e alunas, pais e comunidade, é com tristeza que informamos que existe uma grande possibilidade de que o ANO LETIVO DE 2017 PODE NÃO SE INICIAR no dia 15/02, DEVIDO a mais uma vez a educação estar sobre ATAQUES por parte DO GOVERNO DO ESTADO que anunciou que irá reduzir o tempo de preparo das aulas dos professores. Esse tempo é chamado de hora atividade e é garantido em lei e tem o objetivo de servir para que os professores preparem aulas e corrija os trabalhos dos alunos. A redução é prejudicial para a qualidade dá educação oferecida. Por esse, e outros motivos o ano letivo mais uma vez poderá não começar no dia 15/02 e não terá prazo para começar.
Lamentamos e estamos desapontados com essa notícia, mas vamos lutar para que o governador não descumpra a lei.
Pedimos o apoio e a compreensão diante de tudo isso! 
Comunicado de um professor da rede estadual de ensino.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Porque ex prefeito Carlos de Paula gastava 30% a mais em Massa asfaltica?

O ex prefeito Calos de Paula gastava no Minimo 30% a mais na massa asfáltica. Milhões do nosso dinheiro publico. para onde foi este dinheiro, quem lucrou com isso?

"Para recuperar a malha viária, uma das questões emergenciais, o prefeito conseguiu aprovação na Câmara de Vereadores para adquirir massa asfáltica por meio do Cindast (Consórcio Público Intermunicipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbana de Astorga). A compra pode gerar uma economia de 30% a 40% para o 
município." Prefeito de Sarandi:Pr.
Em coletiva, Volpato revelou à imprensa que encontrou 21 licitações canceladas e uma “máquina pública” deteriorada. Frota sem manutenção, carros abandonados em pátio alugado, falta de pessoal e uma arrecadação muito abaixo das demandas da população foram problemas apontados.Fonte Sarandipr.com

Analfabeto politico.

Quando um analfabeto politico, fala você é um burro deve meter a mão no dinheiro publico! teve essa oportunidade porque não fez! eles te oferecem cargos na prefeitura pega larga de ser bobo! se vc não roubar eles roubam, vc fica defendendo trabalhador vc não ganha nada com isso!
Hoje encontrei o senhor destes dizeres, ele estava devastado, revoltado, Temer suspendeu seu auxilio doença!

Trump deve assinar decreto para construção de muro na fronteira com o México.

Trump deve assinar decreto para construção de muro na fronteira com o México.
Quem pagará a obra
Donald Trump poderá ainda dar mais esclarecimentos sobre que país pagará pela construção do muro. Durante a campanha eleitoral, ele disse repetidamente que o "México pagará" a obra. Afirmou também que os Estados Unidos serão reembolsados pelo México para compensar o dinheiro a ser investido no muro com fundos do contribuinte americano.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

O efeito TEMER! O desmatamento na Amazônia cresceu quase 30% no ano passado e é o pior resultado desde 2008.

O efeito TEMER!
O desmatamento na Amazônia cresceu quase 30% no ano passado e é o pior resultado desde 2008. Os dados são do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia que monitora a devastação da floresta.
Pará, Rondônia e Mato Grosso foram os estados que mais desmataram. A maior parte do problema se concentrou em terras privadas e assentamentos. Quem mais derrubou árvores fez uma espécie de puxadinho na mata para não chamar atenção já que os grandes desmatamentos são mais fáceis de serem localizados pela fiscalização.
Há uma combinação de fatores por trás desse crescimento do desmatamento na Amazônia: a exploração ilegal de madeira, o corte de árvores para formação de pasto e, segundo os especialistas, a falta de investimentos para fiscalizar e combater com eficiência o preocupante avanço ilegal das motosserras.
G1 Jalília Messias
Belém, PA



Resultado do golpe:Brasil perdeu uma vaga com carteira assinada a cada 24 segundos em 2016


O Brasil terminou 2016 com 1,32 milhão de empregos com carteira a menos do que no começo do ano. Isso corresponde a uma vaga fechada a cada 24 segundos em 2016. A conta foi feita com base nos dados divulgados pelo Ministério do Trabalho na sexta-feira (20).
Apesar de negativo, o resultado foi menos ruim do que o registrado em 2015. Naquele ano, foram fechadas 1.542.371 vagas, pior resultado desde o início da pesquisa, em 1992. Isso equivale a uma vaga fechada a cada 20,4 segundos.
O número de empregos cortados é o saldo, ou seja, o total de demissões menos o de contratações no período. Em 2016, foram 14,7 milhões de contratações e cerca de 16,1 milhões de demissões.
Com isso, o Brasil fechou 2016 com um total de 38,4 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Em 2015, eram 39,7 milhões.

IBGE faz pesquisa diferente

Os dados divulgados pelo Ministério do Trabalho consideram apenas os empregos com carteira assinada.
Existem outros números sobre desemprego apresentados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que são mais amplos, pois levam em conta todos os trabalhadores, com e sem carteira.
A última pesquisa divulgada pelo IBGE mostrou que o Brasil tinha, em média, 12,1 milhões de desempregados no trimestre de setembro a novembro.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Todo apoio a luta dos estudantes!

Galera, notícias para os/as universitários/as!
Como já havíamos divulgado por aqui, as reposições da UEM já tinham iniciado, porém o ônibus que leva os/as estudantes não estava rodando. Após muita cobrança, a Secretária da Educação acabou de ligar pedindo desculpas pelo ocorrido e confirmando o retorno do transporte aos/as universitários/as a partir de hoje!
Isso mostra que com a organização da juventude temos conquistas. Importante continuarmos nos organizando para ampliar o transporte para os outros períodos e garantir a permanência de nós, estudantes periféricos/as, nas Universidades!
Peço que compartilhe essa informação para que todos que utilizam o transporte fiquem sabendo!
Liderança estudantil:Leonardo silva

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Como está a prefeitura de Sarandi/Pr

Falta ônibus para o transporte de estudantes, ambulâncias todas quebradas e sucateadas, falta maquinário para obras, obras paralisadas outras em meio a depredação e o mato e lixo!
Mas vemos vários CCs e apoiadores do ex prefeito sorrindo nos mesmos cargos será que estou com ilusão de ótica ou o prefeito atual não vai fazer auditoria e denunciar o prefeito anterior responsável por este caos?
 

Privatização é a solução só na cabeça do pezão! Fora Pezão/Temer

A UERJ luta para sobreviver em meio à crise do governo estadual do Rio comandado por Pezão, que já deu indícios de que privatizar a universidade seria uma solução. Solução pra quem, cara pálida?

A imagem pode conter: 1 pessoa, multidão e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 3 pessoas, multidão, árvore, sapatos e atividades ao ar livre

Perdão de dívida de 1 trilhão de grandes donos de terra, financiaria a educação por 14 anos

O governo Temer/PSDB pensa em anistiar a dívida dos grandes proprietários de terras, que gira em torno de 906 bilhões de reais, segundo dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. O perdão da dívida tiraria receitas para financiar  o orçamento da educação por exemplo, que no ano de 2017, será de 62,5 bilhões, segundo Planalto, por 14 anos.
No entanto cabe lembrar que com a PEC 55 aprovada, as despesas com saúde e educação, permanecerão as mesmas por 20 anos, se o orçamento da educação é hoje 62,5 bilhões, daqui a 20 anos permanecerão quase a mesma coisa, com o acréscimo (se houver) de apenas o valor corrigido da inflação, imagine você permanecer com o valor do seu salário igual por 20 anos, com sua família crescendo e preços subindo é isso que ocorrerá com o país. Com o perdão da dívida dos grandes proprietários de terra, mostra-se as novas prioridades do Estado Brasileiro, governados por Temer e PSDB, onde o Estado é mínimo para o pobre e máximo para as elites, é a “conta do Impeachment”.
Veja o relatório na integra https://nacoesunidas.org/brasil-teto-de-20-anos-para-o-gasto-publico-violara-direitos-humanos-alerta-relator-da-onu/

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

O governador do Paraná Beto Richa (PSDB) resolveu iniciar o ano de 2017 atacando a educação cerca de 100 mil professores da educação básica do estado. O governador Richa/PSDB vai reduzir a hora-atividade e penalizar na distribuição de aulas os professores que ficaram doentes.

O governador do Paraná Beto Richa (PSDB) resolveu iniciar o ano de 2017 atacando a educação cerca de 100 mil professores da educação básica do estado. O governador Richa/PSDB vai reduzir a hora-atividade e penalizar na distribuição de aulas os professores que ficaram doentes.
A Lei Nacional do Piso e o Plano de Carreira preveem 33% de hora-atividade para que os professores possam preparar suas aulas e se dedicar à s demais atividades fora da sala.
O governo anunciou que para cada 20 aulas distribuídas, somente 5 serão como hora-atividade. Hoje são 7. Isto significa que menos professores serão contratados este ano.
A bandalheira de Richa contra ao magistério é gritante a ponto de ele utilizar “faltas” como critério na distribuição de aulas. Ou seja, pela lótica do tucano, o mestre não pode mais adoecer em sala porque, no próximo ano letivo, será descartado.
Portanto, não serão atribuídas aulas extraordinárias a professores PSS que somaram 30 dias ou mais de afastamento por qualquer motivo nos últimos 3 meses de 2016.
O governo do estado também anunciou um novo critério para a distribuição das aulas: tempo maior de exercício em instituição de ensino nos últimos 5 anos e com menos dias de afastamentos (mesmo os legais como licença médica).
A APP-Sindicato inicia nesta terça (17) a convocação de uma assembleia geral da categoria para, possivelmente, deflagrar greve geral por tempo indeterminado nas 2,1 mil escolas da rede pública do estado. O movimento paredista deverá suspender o início do ano letivo previsto para 15 de fevereiro.
Além desse novo massacre, os educadores paranaenses têm uma longa lista de pontos para acertar com Beto Richa. O governador do PSDB passou os últimos anos surrando e dando calotes nos profissionais da educação.
Fonte da APP-Sindicato:


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Não pagaremos pela crise!

A marcha lenta da economia global está aumentando a agitação social pelo mundo, e o Brasil, com a piora no mercado de trabalho local, alimenta esse mal-estar, aponta relatório da Organização Mundial do Trabalho (OIT) divulgado nesta quinta-feira.
Segundo a organização, o crescimento econômico mundial continua decepcionante, sem motivar a criação de empregos suficientes para compensar o número de pessoas que ingressam no mercado de trabalho.
Com isso, a taxa mundial de desemprego deverá subir de 5,7% para 5,8% em 2017, estima a OIT, elevando o contingente de desempregados em 3,4 milhões de pessoas na comparação com o ano anterior. Ao todo, serão 201,1 milhões de pessoas sem emprego no planeta neste ano.
No Brasil, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o desemprego está em 11,9%, índice do trimestre encerrado em novembro de 2016, com 12,1 milhões de pessoas nesta situação.
A incerteza global com o desempenho da economia está aumentando o risco de agitação social e descontentamento em praticamente todas as regiões do mundo, aponta a OIT.


O chamado Índice de Agitação Social busca ser um termômetro da "saúde social" dos países.  
Calculado pela OIT a partir de informações sobre protestos como manifestações de rua, bloqueios de vias, boicotes e rebeliões, pretende refletir a insatisfação da população com fatores como mercado de trabalho, condições de vida e processos democráticos.
No Brasil, o índice avançou 5.5 pontos em 2016, enquanto o aumento global foi de 0.7 ponto.
Como resultado da equação que soma insatisfação social e falta de trabalho, há um aumento na decisão das pessoas pela migração, aponta a OIT. O órgão cita estimativas que identificavam 232 milhões de migrantes internacionais no planeta em 2013, 89% em idade de trabalho. 

Âncora brasileira

A OIT estima que o PIB (Produto Interno Bruto, soma dos bens e serviços produzidos pelo país) do Brasil irá recuar 3,3% em 2016, puxando para baixo a performance de toda a América Latina e Caribe.
A região deverá registrar a segunda recessão em menos de dez anos, com contração de 0,4% no PIB em 2016.
"Isso (recessão na América Latina) foi amplamente motivado pela performance econômica ruim do Brasil, dado o peso da influência do país na região e em parceiros de exportação", afirma o relatório da OIT, intitulado Perspectivas Sociais e do Emprego no Mundo - Tendências de 2017.
O Brasil também impactará negativamente o emprego na região, que deverá recuar 0,3% em 2017, estima a organização.
A OIT projeta o índice de desemprego no Brasil neste ano em 12,4%, um ponto acima do percentual de 2016.

Outras tendências

A organização destaca outros reflexos da precarização no mercado mundial de trabalho, como aumento das chamadas formas vulneráveis de ocupação - trabalhadores familiares não remunerados e trabalhadores por conta própria são exemplos desta situação.
Esse tipo de trabalho, diz a OIT, deve representar mais de 42% da ocupação total, ou 1,4 bilhão de pessoas em 2017, e o número deverá avançar 11 milhões por ano.
Outra tendência é a desaceleração da redução da pobreza dos trabalhadores - países em desenvolvimento deverão registrar nos próximos dois anos, por exemplo, aumento de mais de 5 milhões no número de trabalhadores que ganham menos de US$ 3,1 (R$ 9,84) por dia.
Ganhos fracos de produtividade, avanço tímido do investimento (movido em parte pela baixa nas commodities) e desaceleração do comércio global são fatores, segundo a OIT, que ajudam a explicar a marcha lenta da economia global - e os reflexos negativos no emprego.