terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Globo insiste em atacar a Petrobrás e volta a pregar entrega do pré-sal

Em mais um editorial, o jornal O Globo volta a pregar nesta terça-feira, 16, a entrega do pré-sal às multinacionais do petróleo, como Shell, BP, Exxon e Chevron. Em um intervalo de 48 horas, este é o segundo editorial em que o jornal, porta voz das corporações e dos setores privatistas do país, declara expressamente que a Petrobrás, que é operadora única do pré-sal, não pode mais garantir a soberania nacional.

"Se o governo quisesse amanhã promover a licitação de qualquer outra área no pré-sal esbarraria na impossibilidade de a Petrobras assumir mais compromissos tão vultosos. Isso não faz sentido, porque amarra o desenvolvimento da indústria petrolífera do país como um todo", diz o texto.

De acordo com o editorial da edição de hoje do jornal, o Brasil deveria continuar com o modelo de concessão para o pré-sal. "Enebriado pela possibilidade de ter encontrado uma “nova Venezuela” nas águas ultraprofundas da Bacia de Santos, o governo Lula cometeu o equívoco de achar que não havia risco e nem qualquer outro obstáculo financeiro para explorar essa promissora fronteira petrolífera. Em vez de adaptar o modelo de concessões, já bem-sucedido, resolveu mudar tudo, optando pela partilha de produção", desdenha o jornal.

"A crise em que a Petrobras está mergulhada, a partir da descoberta de grande esquema de corrupção dentro da empresa, com suas cotações derretendo nas bolsas, — embora seja uma companhias com expressivo potencial de crescimento de reservas — obriga o governo a fazer uma reflexão sobre erros cometidos, como essas exigências do modelo de partilha de produção de futuros blocos no pré-sal", conclui o editorial do Globo.
Fonte: FUP, com informações do editorial do Globo

Reelegemos Dilma, queremos as mudanças!

07.12.2014 Diálogo Ação Petista (157)


ENCONTRO NACIONAL DO DIÁLOGO E AÇÃO PETISTA REAFIRMA LUTA PELA CONSTITUINTE DA REFORMA POLÍTICA

Cento e dezenove delegados de 13 estados, eleitos em reuniões que somaram cerca de 900 militantes, realizaram em Brasília, nos dias 6 e 7 de dezembro, o maior encontro nacional já realizado pelo Diálogo e Ação Petista.
A discussão de dois dias culminou na aprovação de um “Manifesto aos Petistas, aos trabalhadores e jovens. Reelegemos Dilma, queremos as mudanças!” (leia a íntegra do Manifesto).
O Encontro recebeu mensagens de solidariedade, em particular do companheiro José Genoíno, ex-presidente nacional do PT, ainda cumprindo pena de prisão em função da farsa chamada AP-470. E contou com a presença do companheiro Jacir Afonso, da Executiva Nacional da CUT e militante da CNB, que dirigiu uma saudação aos delegados do DAP.
Os debates apontaram as possibilidades abertas pela atual situação política, mas também seus perigos, agravados pelas posições contraditórias assumidas tanto pelo governo Dilma quanto pela direção nacional do PT. Se, de um lado, Dilma recebe os resultados do plebiscito popular (quase 8 milhões de votos) e assume a proposta da Constituinte da Reforma Política, de outro as primeiras medidas de seu governo (alta dos juros, nomeação para o ministério de Joaquim Levy e Armando Monteiro, virtual indicação de Kátia Abreu) são incompatíveis com os anseios dos mais de 53 milhões que votaram contra o retrocesso, pelas mudanças esperadas pelo povo trabalhador. Da mesma forma, o PT, ao silenciar sobre essas questões, desarma os militantes e alimenta a descrença entre os trabalhadores
Defendemos o governo eleito “pela força e a alma da militância”, e cobramos deste governo que enverede pelo caminho das mudanças que o povo quer. Agir como o PT agia.
Para começar, é necessário aprofundar a luta pela Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político, agora centrada na exigência de aprovação do plebiscito oficial pelo Congresso. A campanha deve ir para as ruas, através de debates, audiências, manifestações. A posse de Dilma, no primeiro dia do ano, deve ser marcada por uma grandiosa manifestação pelas mudanças e pela Constituinte.
As reformas agrária, urbana, tributária, a democratização da mídia, a eliminação dos entulhos da ditadura militar são outras bandeiras que não podemos abandonar.
A Petrobras está no centro do debate político nacional e, mais uma vez, tentam com isso destruir o PT. É preciso afirmar, como faz a Federação Única dos Petroleiros-FUP: queremos investigar todas as denúncias de corrupção, mas esta se deve à terceirização da maior empresa brasileira. Queremos uma Petrobras 100% estatal!
Na sequência, publicaremos as demais resoluções do Encontro Nacional do Diálogo e Ação Petista, e também a relação dos nomes que compõem o novo Comitê Nacional do DAP.

ATAQUE À PETROBRAS TEM NOME: PRIVATIZEM O PRÉ-SAL

:
"Perto do que pretendem fazer com o petróleo brasileiro, Paulo Roberto Costa era ladrão de galinhas", diz o jornalista Fernando Brito, editor do Tijolaço; ele alerta para o risco de retomada das concessões do petróleo, como defende o jornal O Globo; "Leiloar áreas petrolíferas, numa hora de depreciação do mercado é uma loucura que não pode ir em frente", afirma; segundo ele, as empresas pagariam pouco ou quase nada por áreas extremamente valiosas
fonte brasil247

GECO na Prefeitura de Sarandi!

Operação Cupim GECO pode pegar o Caras de Paus?

/http://g1.globo.com/pr/parana/paranatv-2edicao/videos/t/maringa/v/ministerio-publico-e-gaeco-investigam-suspeita-de-fraudes-em-licitacoes/3833508/

CQC em Maringá-Proteste Já analisa condições ruins de catadores em Maringá e prefeito diz que a culpa é do prefeito anterior!!

Diversas entidades, dentre elas sindicatos, oposições sindicais, grêmios estudantis e partidos políticos, foram hoje à Câmara Municipal de Sarandi para cobrar maiores informações sobre o projeto, do prefeito Carlos de Paula, chamado "Nova Sarandi".


Diversas entidades, dentre elas sindicatos, oposições sindicais, grêmios estudantis e partidos políticos, foram hoje à Câmara Municipal de Sarandi para cobrar maiores informações sobre o projeto, do prefeito Carlos de Paula, chamado "Nova Sarandi".
Os manifestantes entregaram um documento ao presidente da casa que exige a realização de uma audiência pública convocada com quinze dias de antecedência e a disponibilização do projeto arquitetônico para avaliação.
Segundo o presidente da Câmara, Rafael do Povão, esse projeto não entrará em pauta esse ano devido ao fato dessa sessão ter sido a última que realizarão esse ano.
Contudo, ao final, os manifestantes se reuniram e discutiram quais os próximos passos que tomarão para não deixar que a cidade seja dividida em uma Sarandi para os ricos e outra da população trabalhadora. Fonte







quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Enquanto o bicho pegava fogo na cadeia de Sarandi, o cobrador de impostos Beto Richa tomava vinho em Marialva

Enquanto o bicho pegava fogo na cadeia de Sarandi, o cobrador de impostos Beto Richa tomava vinho em Marialva
Qui, 11 de Dezembro de 2014 13:14 Policial
No início da noite desta quarta-feira (10), presos de uma galeria da cadeia de Sarandi tentaram chamar à atenção das autoridades policiais para alguns problemas que andam acontecendo no mini presídio.(leia mais em www.maringamanchete.com.br)

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

A “NOVA SARANDI” DO PREFEITO DE PAULA É SOLUÇÃO PARA UMA MELHOR SARANDI PARA OS SARANDIENSES?

 Convidamos as associações de Moradores, entidades para uma reunião onde discutiremos este projeto!
Será neste Sábado 13/12/2014  as 17:00 Horas
Na sede do SISMUS, Praça Ipiranga Centro de Sarandi esquina com a Rua Pedro Galindo Garcia. 
contato  Nilson-9991-1851; Bianco-9806-6413

 O Prefeito Carlos de Paula, PDT, está propondo um plano urbanístico chamado “NOVA SARANDI”.
Segundo o que disse o Secretário de Urbanismo do município, Elton Toy em audiência pública convocada pela prefeitura, o projeto “NOVA SARANDI” significaria a expansão da área urbana em toda região sul da cidade com ênfase na divisa com Maringá, além disso, está previsto a construção de um novo Paço Municipal para abrigar a prefeitura e vários outros prédios públicos, entre eles o Instituto Federal. 
Nesta Audiência, estranhamente não foi aberto o microfone para o público se pronunciar, o que impediu que fossem feitas perguntas esclarecedoras ao Secretário. 
Existem muitas coisas a serem avaliadas pelos moradores da cidade e sobre as quais a prefeitura ainda não disse nada:
- Qual vai ser o custo desse empreendimento?
- Com a remoção do PAÇO o centro de Sarandi não vai ficar esvaziado e se tornar abandonado pelo Poder Público?
- O projeto tem ênfase na ligação com Maringá, mas não está claro: qual será a integração da “NOVA” Sarandi com a “VELHA SARANDI”?
Nós somos a favor de uma “NOVA” Sarandi com melhorias de infraestrutura nos bairros, melhores serviços públicos de saúde e educação, saneamento básico, transporte de qualidade, com o centro da cidade revitalizado. O que este projeto está longe de ser.
Preocupa-nos ainda que este plano de “NOVA SARANDI” signifique apenas uma nova divisão geográfica e imobiliária da cidade, com os bairros pobres de um lado (mais abandonados que hoje) e de outro uma zona urbana mais moderna - financiada com o dinheiro público dos impostos de todos – para incentivar novos empreendimentos imobiliários de padrão mais elevado. 
A desconfiança no projeto “NOVA SARANDI” só aumentou ao vermos o Secretário de Urbanismo, Elton Toy, afastado do cargo por estar sendo investigado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Maringá, sob a suspeita de fraude em licitações para a compra de materiais de construção. Os indícios contra Toy são fortes. Deste modo, quem pode nos garantir que a remoção do Paço Municipal não é – ou venha a se transformar - numa forma de torrar e desviar dinheiro público tão necessário para suprir as carências dos bairros da cidade? 
Em algum momento um Projeto de Lei autorizando a remoção do Paço e do Plano “NOVA SARANDI” deverá ser votado na Câmara Municipal. Os vereadores devem ter a responsabilidade – ainda mais na delicada situação de denúncias contra o Secretário e funcionários da Secretaria de Urbanismo - de serem cautelosos e examinarem com cuidado, sem pressa, se o projeto obedece ou não aos interesses da população do município. 
Nós esperamos, e exigimos que um Projeto desta importância para a vida de todos os cidadãos de Sarandi não seja votado e aprovado de afogadilho na Câmara, no apagar das luzes de final do ano. É preciso que as associações de moradores, o sindicato dos servidores municipais, as entidades comunitárias, sejam informadas e ouvidas sobre tal proposta. 
De nossa parte, enquanto petistas, estamos alertando para a necessidade de se discutir o assunto e organizar uma opinião comum do movimento popular de Sarandi a respeito desta proposta chamada “NOVA SARANDI”. Sugerimos uma reunião de todos os interessados no próximo sábado, em local e data a combinar.
Diálogo e Ação Petista/Sarandi
Contatos: Nilson-9991-1851; Bianco-9806-6413

70% dos deputados eleitos receberam contribuições de empresas!

Nesta Quarta-feira (10/12) as 19:30 na Câmara Municipal de Sarandi.
Com Prof. Reginaldo Benedito Dias e Roberto Elias Salomão

PLEBISCITO CONSTITUINTE: por uma reforma política que abra caminho as reivindicações da maioria do povo.
70% dos deputados eleitos receberam contribuições de empresas e devem favor as mesmas! vc acha como será paga esta divida? temos que 
dar um basta nisso!

Não posso respirar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Não posso respirar!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 
Kyrie irving e lebron james se unem derrick rose e também usam a camisa que diz' yono Posso respirar', As mesmas palavras que disse eric garner antes de morrer às mãos de um polícia da cidade deny . # nba

R$ 65,98 é o preço pago a cesta básica fornecida aos servidores

Administração pagou R$ 65,98 centavos pela cesta básica que será fornecida aos servidores municipais. O preço máximo previsto era de R$ 82,70 (o que poderia significar uma cesta básica melhor).
O SISMUS por decisão da assembleia geral da campanha salarial 2015 reivindica a substituição da cesta básica por VALE-ALIMENTAÇÃO (CARTÃO) no valor de R$150,00 para todos os servidores.
Enquanto Marialva paga R$ 170,00 de Vale e os servidores de Maringá reivindicam R$ 250,00 nós recebemos uma cesta de R$ 65,98 muitas vezes com produtos de baixa qualidade.
É hora de avançar na mobilização e nas conquistas, participe da assembleia geral do próximo dia 16/12/2014 na câmara municipal de Sarandi, as 18:00 horas e 18:30 (2°chamada).

Carta de estudantes do México aos jovens de todo o mundo sobre o desaparecimento dos 43 estudantes

Publicamos abaixo o apelo de estudantes do México aos jovens e estudantes de todo o mundo que denúncia os acontecimentos que envolvem o sequestro de 43 estudantes, a estreita relação estabelecida entre o narcotráfico e o Estado Mexicano, e que pede a solidariedade das entidades estudantis e organizações de jovens para que se somem ao chamado pela aparição com vida dos 43 estudantes e a punição aos responsáveis.



Cidade do México faz ato em solidariedade com os estudantes normalistas desaparecidos e mortos em guerreiro.

Em Poliutla, guerreiro, lugar de origem de Geovanni Gallindes, jovem desaparecido de # ayotzinapa, marcharonsus Pais acompanhados de familiares e amigos. Mais imagens da marcha.
# todossomosayotzinapa # yamecansé2




sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Fico pensando porque os vereadores de Sarandi não se manifestam diante de tudo que esta sendo mostrado pela mídia e investigado pelo GAECO?

Secretário e Diretores estariam envolvidos em desvio de dinheiro público?

O Secretário de Urbanismo de Sarandi, Elton Toy foi temporariamente afastado de suas funções.  A ordem teria partido do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) que realiza investigações naquela Secretaria.

Segundo publicação do Jornal O Diário de Maringá desta quarta-feira (3), também foram exonerados dois diretores de pastas da Prefeitura do município: Valdir da Silva, Coordenador do Parque Motorizado e Claudinei de Souza, Diretor de Departamento Administrativo de Urbanismo.

Segundo informações, a denúncia é de que Secretário e Diretores estariam envolvidos em desvio de dinheiro público.

SERVIDORES DE SARANDI FICAM SEM CESTA BÁSICA

SERVIDORES DE SARANDI FICAM SEM CESTA BÁSICA

Os Servidores Municipais de Sarandi, em sua maioria não receberam o benefício da Cesta Básica, entregue na 3° semana do mês.
 Aparentemente a Cesta Básica não foi entregue por algum problema na Licitação, problema de ordem estritamente Administrativa. Os funcionários receberam a explicação que irão receber na segunda semana de Dezembro 2 (duas) cestas para cobrir a que faltou no mês de Novembro.
O atraso da cesta em duas, três semanas coloca muitos servidores, em especial os que ganham menos (o piso municipal é de 750,00) em situação de risco alimentar, pois sem a cesta e sem dinheiro, de que outra maneira poderá o trabalhador prover seu sustento e o de sua família.
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Sarandi, considera falta grave o atraso da cesta, comparável a atraso de salários, por isso oficializou ao Chefe do Departamento Administrativo para que haja maior agilidade na realização das licitações e que tome todas as medidas para não prejudicar ainda mais o servidor.


Novo aumento da Selic não estimula geração de mais empregos e renda! Não há mais dúvidas: Banco Central e COPOM optaram pela recessão!


A Contraf-CUT critica duramente a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), que efetuou nesta quarta-feira (3) um novo aumento de 0,5 ponto percentual, elevando a taxa básica de juros, a Selic, para 11,75% ao ano. 

"Mais uma vez, o Banco Central cedeu à chantagem insaciável dos rentistas e especuladores do mercado financeiro, os únicos que ganham, e muito, com esse segundo aumento consecutivo da Selic. Essa nova elevação vai travar ainda mais o ritmo de crescimento econômico, na contramão do desenvolvimento com mais empregos e distribuição de renda", afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT.

Para ele, a elevação da taxa de juros é totalmente descabida, uma vez que não há qualquer ameaça de descontrole inflacionário no horizonte. "Esse remédio amargo não dialoga com a sociedade, e é prejudicial para a economia brasileira, pois vai frear a expansão do crédito, o fortalecimento da produção e do consumo e a geração de empregos, no momento em que o país necessita de estímulos para crescer", aponta Cordeiro. 

"Se não há excesso de demanda, aumentar os juros não resolve o problema da inflação. Pelo contrário, só vai fazer com que o Brasil siga crescendo pouco, gerando menos empregos, engordando os ganhos dos rentistas, especialmente os bancos, e aprofundando a concentração de renda no país, que já é um dos 12 mais desiguais do planeta, apesar de ser a sexta maior economia mundial. O Brasil precisa, isto sim, de juros menores para transformar crescimento em desenvolvimento econômico", salienta o presidente da Contraf-CUT.

Não há mais dúvidas: Banco Central e COPOM optaram pela recessão
Com o aumento da taxa de juros Selic de 11,25% para 11,75% não há mais nenhuma dúvida: o Banco Central (BC) e seu Comitê de Política Monetária (COPOM) optaram pela recessão como caminho equivocado de trazer a inflação para o centro da meta (4,5%). Equivocado é pouco, equivocadíssimo, registre-se, porque a recessão em si não resolve os problemas da economia e da inflação de 6,5%.
Mesmo com essa alta dos juros e ante essa opção adotada agora pelo BC-COPOM, as causas da inflação continuam a existir: os preços, pressão dos preços dos alimentos e da demanda de serviços, além do fato de que a oferta não será aumentada na recessão. O COPOM mantém dois dias de encontro – 3ª feira e ontem – e sai da reunião como entrou. Não saiu nada, não há de incentivo a produção, ou de política para mais  concorrência nos vários setores da indústria de alimentos.
O aumento dos juros, como sabemos não tem funcionado nos últimos meses como redutor da inflação. Só aumenta o serviço da dívida e encarece o custo do financiamento para o consumidor e o investidor. Além disso, diminui ainda mais a demanda e os investimentos, derruba a arrecadação e agrava o déficit público.
A maior elevação dos últimos três anos
E o que traz em troca ao país? Mais concentração de renda – como nunca, aliás – nas mãos dos rentistas e dos bancos. Para terminar o circo dos horrores do aumento dos juros teremos o real mais valorizado e as contas externas piores. Enquanto isso nada de reforma tributária ou política, nada com relação aos custos reais da economia, começando pelo financeiro e o tributário.
A alta da taxa de juros para 11.75% é a maior dos últimos três anos. A taxa é a maior desde outubro de 2011, quando estava em 12%. No dia 20 daquele mês, o COPOM reduziu a taxa para 11,5% ao ano. A justificativa para a elevação é, de novo, que se está diante de um cenário de inflação resistente.
No comunicado em que informa a decisão, o COPOM diz que, “considerando os efeitos cumulativos e defasados da política monetária, entre outros fatores, o Comitê avalia que o esforço adicional de política monetária tende a ser implementado com parcimônia”.


quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

GAECO FAZ ARRASTÃO PREFEITURA DE SARANDI?



O PREFERIDO PARA SUCESSÃO DO D`PAULA ESTA EM RISCO
O mundo Gira rápido né; segunda-feira o prefeito estava em Curitiba recebendo prêmios pelos projetos desenvolvidos, ao mesmo tempo em que o GAECO (departamento da Polícia Civil para crimes econômicos) fazia um arrastão na cidade detendo diversas pessoas (servidores e CCS) para depoimento. 
Hoje (quarta) é publicado em diário oficial o afastamento do secretário de Urbanismo e mais dois diretores da mesma secretária. O escolhido, pelo prefeito, para sucede-lo na gestão da cidade, sofre seu primeiro golpe.
É o "gigante" tem pés de Barros!  Vamos ver até onde a máxima "rouba, mas faz" irá prevalecer nessa cidade  


sexta-feira, 21 de novembro de 2014

"Seria destampada a caixa de pandora da revolta popular"

Marco Damiani
O quadro referencial do MST João Pedro Stédile acaba de chegar do Vaticano. Pela primeira vez na história da Igreja, oficialmente um papa avaliza uma grande reunião de movimentos populares. No caso, o encontro de uma centena de entidades, pensada e organizada pelos brasileiros do MST com seus colegas de luta pelo mundo. "O papa Francisco demonstra ter consciência das mudanças que precisam ser feitas", afirmou Stédile ao 247.
Mas, de volta ao Brasil, o que esperava o líder dos sem terra era um país em que setores de elite já discutiam as chances de uma quebra da ordem. Mais radicalmente, em cartazetes levados à avenida Paulista, em duas passeatas com menos de 5 mil pessoas no total, alguns pediram a tal "volta dos militares". De modo mais sofisticado, articulações em Brasília, a partir do escândalo de corrupção na Petrobras, vislumbram a chance de envolver a presidente Dilma Rousseff entre o cientes e tomar-lhe, pelo impechment, o poder. Adeptos do caminho mais curto para este fim apostam num golpe de caneta do ministro Gilmar Mendes, do STF, que poderá censurar as contas da campanha do PT e atalhar uma crise institucional.
Stédile, um dos poucos brasileiros que tem condições, como se diz, de 'colocar o povo nas ruas', desdenha das três alternativas.
"Não vejo um movimento golpista. A conjuntura não permite, não haveria a menor chance de sucesso", diz ele.
"Numa hipótese mais radical, a burguesia sabe que estaria aberta a caixa de pandora da revolta popular. E isso é muito perigoso", completou.
Por e-mail, o líder popular que batalha há mais de 30 anos no mesmo campo social, sem ter caído em tentação de obter mandatos políticos ou assumir cargos bem remunerados 

Constituinte Exclusiva é urgente e necessária para a Reforma Política!



Segundo a folha de São Paulo em matéria do dia 20/11/2014 na lista dos 15 que receberam as maiores doações de campanha estão 3 deputados do PP (Partido Progressista) do Paraná; Nelson Meurer, Dirceu Sperafico e Ricardo Barros.

Todos negam ter mantido contato com as empresas e disseram que os recursos foram direcionados pela direção nacional do partido! 
Segundo